Pequenos negócios na Paraíba geraram mais de 1200 empregos em quatro meses

Somente no mês de abril, foram gerados 800 novas vagas pelos pequenos negócios.

 Os pequenos negócios mais uma vez estão se mostrando como os responsáveis pela retomada da economia: levantamento feito pelo Sebrae, baseado nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), apontaram que, na Paraíba, foram gerados 1233 empregos nos quatro primeiros meses do ano. Somente no mês de abril, foram gerados 800 novas vagas pelos pequenos negócios. 
 
Desse número total de empregos gerados pelos pequenos negócios no mês de abril, destacam-se os setores de serviço, responsável por 733 novas vagas, e o setor da construção, que teve um incremento de 111 novas oportunidades. O relatório mostra também que, entre janeiro e abril de 2019, as médias e grandes empresas, em oposição, tiveram uma queda de 8.875 vagas. 
 
"Os micro e pequenos empreendedores são, de fato, o futuro do país. São eles que transformam as realidades regionais, gerando emprego e renda para a população", destacou o superintendente do Sebrae Paraíba, Walter Aguiar, destacando que o estado foi o quarto do Nordeste em maior número de vagas formais geradas no mês de abril. 
 
Dados nacionais - Em dados nacionais, em abril deste ano, de acordo com o levantamento, as MPE concentraram a criação de 93,7 mil postos de trabalho formais. O saldo foi quase três vezes maior que o gerado pelas média e grandes empresas e representou 72,3% do total de empregos gerados no país neste mês, que foi de 129,6 mil. No acumulado do primeiro quadrimestre deste ano, os pequenos negócios abriram quase 300 mil novos postos de trabalho. As médias e grandes corporações criaram apenas 20,3 mil novas vagas.