Guia do Sebrae reúne recomendações para retomada das atividades em academias e espaços de treino

Novos protocolos de higiene e gestão do fluxo de pessoas nos estabelecimentos serão essenciais para a segurança de clientes e colaboradores

Atividade associada à saúde e ao bem-estar, a prática de exercícios físicos teve que ser adaptada e remodelada desde o início da pandemia do coronavírus, que impôs a necessidade de fechamento temporário das academias de ginástica, estúdios e demais espaços destinados aos treinos e práticas esportivas. Após esse longo período de atividades interrompidas ou realizadas a distância, esses estabelecimentos se preparam para a retomada de suas rotinas, dentro do prazos e normas exigidos pelo poder público.

Com o objetivo de auxiliar empreendedores e profissionais que atuam nesse mercado, o Sebrae disponibilizou, gratuitamente, uma série de conteúdos com dicas e orientações para que a reabertura dos estabelecimentos possa ocorrer de forma segura, conquistando a confiança dos clientes. Essas recomendações abordam desde os cuidados mais básicos, que devem ser adotados por empresas de qualquer setor, até aqueles mais específicos para as academias, estúdios e demais espaços destinados à prática de atividades físicas.

Entre essas orientações, destaca-se a necessidade de reduzir e controlar o número de pessoas dentro do estabelecimento, não só nos espaços destinados aos exercícios, como também nas áreas de entrada, de pagamento e nos vestiários. No caso da área de entrada do estabelecimento, é importante oferecer ao público álcool em gel para higienização das mãos e alternativas para a desinfecção dos calçados.

Para as academias e demais estabelecimentos que utilizam sistemas de catracas para controlar a entrada do público, também é importante oferecer outras opções de acesso, como fornecer verbalmente aos funcionários da recepção o número da matrícula ou de um documento, evitando o uso do leitor de digital, que pode se transformar em uma perigoso meio de contaminação.

Já em relação ao ambiente das atividades físicas, uma das principais orientações é adotar um distanciamento mínimo entre os aparelhos ou, caso não haja espaço suficiente, utilizar apenas 50% deles, alternando um equipamento em uso com outro interditado. Também é importante disponibilizar kits de limpeza nas áreas coletivas, contendo toalhas de papel e produtos específicos de higienização, para que os clientes possam usar nos equipamentos de treino, como colchonetes, halteres e máquinas.

Durante o horário de funcionamento dos estabelecimentos, também é fundamental fechar áreas de treino em períodos específicos do dia para limpeza e desinfecção dos ambientes. Com o objetivo de reduzir momentos de pico, o estabelecimento também pode informar ao público a frequência diária por hora e abrir o local em períodos alternativos.

Piscinas - No caso dos estabelecimentos que utilizam piscinas, especialistas em ciências farmacêuticas apontam que as características do coronavírus fazem com que ele seja sensível ao cloro utilizado para a limpeza das mesmas, desde que empregado de acordo com os padrões existentes. De toda forma, é importante redobrar os cuidados, especialmente com bordas, chuveiros, bancos e corrimãos, que devem seguir os mesmos padrões de limpeza de outros materiais. Nesse caso, também é importante lembrar que, assim como nos demais espaços do estabelecimento, é proibido o compartilhamento de materiais antes da higienização adequada dos mesmos.

Confiança – De acordo com a analista do Sebrae Paraíba, Éricka Vasconcelos, é importante que os empreendedores adotem todas as medidas de segurança, com a compreensão de que o retorno dos clientes não vai ocorrer de forma automática, mas sim aos poucos, baseado principalmente na confiança.

“É um desafio para o empresário nesse momento implantar todos os procedimentos e construir essa confiança com o cliente. Além disso, é necessário não só implantar, mas avisar, disponibilizando informações nas redes sociais e no próprio local de trabalho, explicando como estão sendo feitos esses procedimentos”, ressaltou a analista.

Para acessar o conteúdo disponibilizado pelo Sebrae, os interessados devem acessar o site da instituição, no endereço https://www.sebrae.com.br/retomada.